Portabilidade De Um Financiamento De Veículos – Veja Como Realizar
FINANCIAMENTO DE VEÍCULOS

Portabilidade De Um Financiamento De Veículos – Veja Como Realizar

Anúncios

A portabilidade de financiamento de veículos é uma maneira de poder vender o seu bem, mesmo que ainda esteja financiado.

Como todos sabemos, a portabilidade, nada mais é que uma transferência, que se aplica em casos de operadoras telefônicas, planos de saúde e até mesmo créditos, que é o que falaremos agora, aqui!

O mercado financeiro apresenta diversas opções de créditos, como o financiamento de veículos. E por esse motivo, as pessoas sempre estão a procura das melhores opções.

A portabilidade é algo que ajuda muito, neste quesito, até porque, as opções sempre estarão inovando, a procura de satisfazer os consumidores de modo geral.

Portanto, para que você possa obter diversas informações relacionadas a essa transferência de financiamento de veículos, solicitamos a sua leitura, para este breve e explicativo artigo.

Anúncios

Nossa intenção é te orientar e sanar todas as suas possíveis dúvidas quanto ao assunto aqui abordado. Afinal, estamos tratando de um assunto de suma importância que poderá proporcionar um fôlego financeiro,

Além de reduzir as altas taxas de juros e também esticar seu prazo, o que permitirá uma diminuição significativa nos valores de parcelas a pagar em seu contrato.

O Que é e Como Funciona a Portabilidade De Financiamento De Veículos

A concorrência entre os bancos e outras instituições financeiras, em busca de mais clientes, resulta na apresentação das melhores condições possíveis, dentro do mercado financeiro.

Podemos definir a portabilidade de financiamento de veículos, como a transferência de uma dívida, de uma instituição para outra.

Anúncios

Ou seja, a instituição que você deseja passar o seu atual financiamento de veículos, não realizará a compra do mesmo, mas sim, pagará a sua dívida com o banco que ofereceu o crédito originalmente.

Assim então, será formulado um novo contrato, apresentando novas condições pela qual você se interessou na hora de solicitar a portabilidade.

Uma das principais razões pela qual o consumidor deseja trocar de instituição financeira que apresenta tal crédito, é pela taxa de juros cobrada sobre cada uma das parcelas.

Mas, além disso, é importante levar em conta também, a qualidade dos serviços prestados pela mesma.

Como as ferramentas disponibilizadas, flexibilidade no pagamento das prestações, entre outros fatores.

Leve em conta também, o Custo Efetivo Total, o que conhecemos também, como o CET.

O CET em questão, trata-se basicamente de uma taxa em percentual, que representa a somatória de todos os custos a mais, que o consumidor pode ter.

Como é Possível Solicitar a Portabilidade De Um Financiamento De Veículos

Ao solicitar o financiamento de veículos de determinada instituição financeira. Na maioria das vezes, é levado em conta o:

  • Prazo total do contrato.
  •  Data de liberação do crédito.
  • Data do pagamento.
  • Taxas, juros e seguros.

Mas vale ressaltar que o critério de formação do Custo Efetivo Total pode variar conforme cada estabelecimento.

A portabilidade de financiamento de veículos é algo que foi desenvolvido pelo Banco Central do Brasil, com intuito justamente de aumentar a concorrência dos bancos e outras instituições.

E neste jogo, quem sai ganhando são os consumidores, podendo aproveitar as melhores alternativas do mercado financeiro.

Como Realizar a Portabilidade

Apesar de ser aparentemente algo simples de se realizar, a portabilidade requer estudo e pesquisa, por parte do consumidor.

Isto porque tal crédito, é algo que envolve bastante dinheiro, portanto, a definição de qual será a sua mais nova instituição é uma escolha que deve ser feita minuciosamente.

A princípio, o que você deve fazer é analisar bem, todas as informações de sua atual dívida. Veja qual é o saldo total que você ainda deve a instituição, veja quantas parcelas ainda tem que pagar, além de claro, o valor de cada uma delas.

É interessante também, que avalie qual é a taxa de juros cobrada a cada mês, sobre as parcelas, a porcentagem do CET, entre outras condições de seu contrato.

Assim poderá ter uma "base", ao decidir qual banco pretende realizar a portabilidade. Procure (na internet mesmo), todas as empresas que oferece determinado crédito, para que então compare com o que você tem atualmente.

Quando já definido o lugar que realizará a portabilidade, apresente então, a sua proposta de transferência.

Caso for aprovado, todas as questões que deverão ser resolvidas, ficarão sob a responsabilidade de ambas as instituições financeiras (antiga e nova).

É importante ressaltarmos que neste processo, será cobrado uma tarifa pela transferência, no entanto, a mesma não pode ser paga por você; já que como dissemos, a responsabilidade será dos bancos.