Carro reprovado na vistoria por quilometragem
DETRAN

Carro reprovado na vistoria por quilometragem

Anúncios

A vistoria reprovada por quilometragem é uma avaliação realizada nos veículos pelo INMETRO que detecta se o veículo ultrapassou a meta de quilometragem desde sua aquisição.

Essa avaliação é realizada para garantir que os veículos estejam em boas condições e funcionando conforme especificado no momento da compra, conforme as especificações de quilometragem pré-estabelecidas.

Se a vistoria resultar em reprovação por quilometragem, é importante saber o que está fazendo com que o veículo ultrapasse a meta estabelecida.

Pode ser que o proprietário use o veículo mais do que deveria ou que o veículo precise de reparos.

Nos casos em que o veículo ultrapassou a quilometragem, o INMETRO pode exigir que o proprietário faça os reparos necessários antes que o veículo possa passar pela inspeção.

Anúncios

O que acontece quando um veículo falha na inspeção de quilometragem

Quando um veículo falha na inspeção de quilometragem, significa que o veículo excedeu o número de quilômetros especificado no período estabelecido.

Geralmente, importadores, revendedores e compradores calculam a quilometragem esperada usando velocidades médias e relacionando-as com o número de dias esperados para entrega.

Quando a quilometragem relatada excede essas estimativas, problemas mecânicos internos são prováveis.

Os importadores e compradores costumam examinar mais de perto o veículo em busca de sinais de desgaste prematuro ou sinais de problemas subjacentes.

Anúncios

Em seguida, são tomadas decisões sobre o que pode ser feito para corrigir os problemas encontrados.

Em alguns casos, o excesso de quilometragem pode ser resultado de mal cuidado com o veículo ou alguma forma de abuso.

Nessas ocasiões, o proprietário passará por processo de avaliação e deverá arcar com os custos das alterações mecânicas necessárias.

O que fazer quando a vistoria por quilometragem é reprovada

1. Verifique o carro para ver quais peças precisam de reparo ou substituição:

• Verifique visualmente se há sinais de desgaste ou desgaste excessivo.

• Verifique freios, lonas, lâmpadas, amortecedores, suspensão, pneus, direção, motor, acessórios, combustível e sistema de refrigeração.

2. Verifique se é necessária manutenção:

• Consulte o manual do veículo para confirmar se a manutenção é necessária para passar na verificação de quilometragem.

• Algumas peças, como pastilhas de freio, são obrigatórias para inspeção.

3. Faça as correções necessárias:

• Substitua peças em mau estado ou que necessitem de manutenção obrigatória.

• Conserte ou substitua as peças que não estão funcionando corretamente.

• Solicite relatórios de serviço para comprovar que todos os reparos necessários foram executados.

4. Realize um novo levantamento de quilometragem:

• Solicite e pague por uma nova inspeção para certificar que seu carro está em boas condições.

• Apresentar todos os documentos exigidos no ato da vistoria.

• Siga as instruções e aguarde o resultado da inspeção.

Quais os demais fatores que reprovam o veículo na vistoria

A inspeção veicular especifica alguns itens para avaliação, como segurança, mecânica, documentação, identificação do veículo, lubrificação e muito mais.

Aprovar ou reprovar o veículo conforme as especificações estabelecidas, entre os itens avaliados para reprovação na vistoria veicular estão:

• Falta de segurança: itens essenciais para garantir a segurança do motorista e dos passageiros, como luzes de direção, luzes de freio, faróis, cintos de segurança, portas traseiras, etc.

• Mecânica: suspensão danificada, mangueiras e cabos sujos, nível de óleo inadequado, pneus gastos, etc.

• Documentação: documentação desatualizada e não qualificada, descumprimento de multas, vistoria veicular inválida, etc.

• Identificação: falta de mascotes, vinhetas, frisos e adesivos de veículos.

• Lubrificação: fluidos ao nível inadequado ou vazamentos.

• Emissão de gases: mangueiras e válvulas/filtros sujos e poluentes.

• Localização: distância entre os pneus dianteiros e traseiros e distância entre eles.

• Acessórios: para-choques com mudanças, rodas com mudanças ou tamanhos diferentes.

• Pintura: emissão de oxidação, ou uso de produtos inadequados na pintura, lascas e arranhões.

É possível saber a quilometragem da última vistoria veicular?

A quilometragem da última inspeção veicular pode ser obtida de duas formas principais: consultando diretamente a inspeção realizada em seu veículo.

Ou entrando em contato com a autoridade responsável pelos serviços de inspeção veicular. Geralmente, a quilometragem será registrada na vistoria do veículo realizada na última vistoria.

Outra forma de saber a quilometragem da última revisão é consultando o manual do proprietário do seu veículo. Se o veículo tiver registros de serviço, isso também pode ajudar a determinar a última quilometragem de serviço

Se ainda tiver dúvidas, contacte a entidade responsável pelos serviços de inspeção automóvel e solicite as informações necessárias.

E se a quilometragem for adulterada? Como resolver?

A primeira coisa que você deve fazer ao descobrir que a quilometragem do veículo foi adulterada é entrar em contato com o fabricante ou vendedor.

Você deve relatar o ocorrido e explicar porque acha que a quilometragem foi adulterada.

O fabricante ou fornecedor pode fornecer informações detalhadas sobre as melhores práticas para lidar com a situação.

Dependendo do grau de adulteração, você também pode querer buscar ajuda legal e aconselhamento de um profissional especializado.

É importante documentar o máximo de detalhes possível, incluindo a compra original e qualquer perda financeira sofrida devido à adulteração de quilometragem.

Como fazer o pagamento da taxa de vistoria veicular

A taxa de inspeção veicular depende do local onde a inspeção será realizada, bem como do tipo de veículo e sua idade.

Para calcular exatamente quanto vai custar a taxa, verifique as informações diretamente com a prefeitura da sua cidade.

Normalmente, essa taxa pode ser paga por boleto bancário, cartão de crédito, transferência bancária ou até mesmo em dinheiro.

É importante que você verifique os documentos necessários para o pagamento, afinal, dependendo do local, você deve apresentar sua carteira de identidade, CPF e/ou carteira de habilitação.

Além disso, em regiões metropolitanas, como São Paulo ou Rio de Janeiro, o pagamento pode ser feito pela internet.

Acesse os sites oficiais das prefeituras e veja as formas de pagamento e informações necessárias para cada caso.

Considerações finais

A reprovação por quilometragem na vistoria apresenta alguns desafios na segurança viária e precisa ser tratada com muito cuidado.

Uma forma de enfrentar esse problema é investir em tecnologias de monitoramento, como sistemas de monitoramento de quilometragem, a fim de melhorar a segurança e a qualidade das estradas.

Dessa forma, é possível fornecer informações sobre a quilometragem e as condições das estradas para possíveis melhorias.

Além disso, ao aumentar a conscientização, essas soluções podem alcançar maior sucesso.

Também é possível usar software para identificar vulnerabilidades rodoviárias e de segurança adicionais e, assim, tomar medidas para garantir a segurança.

Com a união de esforços das autoridades municipais, estaduais e federais, será possível garantir um trânsito mais seguro aos motoristas, contribuindo para uma viagem mais saudável para todos.